Sibutramina – Remédio para Emagrecer, Ansiedade e Depressão

Composto por cloridrato de sibutramina monoidratado, o medicamento tem sua venda controlada por agir diretamente no sistema nervoso central. Ele é muito eficiente para o emagrecimento, pois atua melhorando também sintomas da ansiedade e depressão – comumente ligadas à obesidade.

A sibutramina inibe a recepção da serotonina e noradrenalina. O resultado é uma maior sensação de saciedade, que faz com que o paciente consuma menos alimentos. Assim há uma menor ingestão de calorias, resultando na perda de peso.

Quando começou a ser comercializado, o medicamento servia como um tratamento para depressão. Ela age no hipotálamo cerebral e proporciona prazer e felicidade. Após notar sua eficácia no emagrecimento que a substância começou a ser comercializado também para esse fim.

A Sibutramina é um dos remédios para emagrecer mais conhecidos do mercado, isso por sua grande eficácia. Afinal, ela trata várias causas da obesidade: excesso de fome, ansiedade, estresse e depressão.

Indicação

sibutramina para emagrecer

Por conter muitos riscos à saúde do paciente, é preciso avaliar se seu consumo vale a pena ou não. Por isso o medicamento não é usado para qualquer paciente. As indicações envolvem:

  • Obesidade;
  • Pessoas comIMC acima de 30 kg/m2;
  • Pacientes de riscos (como diabetes ou hipertensão) que possuam IMC de 27 kg/m²;
  • Quando a perda de peso ocorre por indicação clínica;
  • Pacientes com risco de desenvolverem doenças crônicas (como diabetes) por causa do sobrepeso.

Como ela funciona no organismo

O medicamento emagrece rapidamente. A perda de peso mínima é de 2 kg por mês. Mas paciente relatam ter emagrecido até 6kg em menos de 4 semanas. Para que seja eficaz, recomenda-se dietas com baixo consumo calórico e a prática de exercícios.

resultado sibutraminaSeu uso seguro e indicado é por no máximo 24 meses, não sendo recomendado prolongar o tratamento por um período maior do que 2 anos de duração.

A posologia começa com 10 mg pela manhã. Caso não surta os efeitos desejados, pode-se se aumentar a dosagem para 15 mg diários. Os esquecimentos não prejudicam o tratamento. Caso lembre no mesmo dia, o paciente pode tomar a dose em outro horário.

A suspensão do tratamento não engorda, mas não deve ser feita sem o acompanhamento médico. A Sibutramina serve como um empurrão para que seja possível adotar uma dieta menos calórica devido à falta de apetite.

Retornar aos hábitos normais de sedentarismo e alimentação incorreta faz com que o paciente possa sim retornar ao seu peso original.

Efeitos Colaterais

Ela é um dos únicos remédios de emagrecimento que age no sistema nervoso central, por isso tem vários efeitos colaterais. O principal deles é a dependência. Por isso, jamais é indicado que haja a auto-medicação.

Faltam estudos para comprovarem a recorrência dos casos. Mas, após terminar o tratamento com Sibutramina alguns pacientes relatam irritabilidade, tristeza profunda sem motivos aparente e ansiedade.

O medicamento já foi proibido diversas vezes no país. Hoje sua venda é controlada e ele só pode ser vendido com a retenção da receita médica. Veja os demais efeitos colaterais da substância:

  • Aumento da frequência cardíaca e pressão arterial;
  • Hipertensão pulmonar;
  • Disfunção renal;
  • Tonturas;
  • Náusea;
  • Cólicas;
  • Prisão de ventre;
  • Sudorose;
  • Boca seca;
  • Insônia ou sonolência;
  • Alteração da libido;
  • Interfere no sistema motor;
  • Pensamentos confusos.

Quanto custa e onde comprar?

A Sibutramina pode ser encontrada facilmente em qualquer farmácia, mas é preciso a retenção da receita para adquirir o medicamento. Isso pelos inúmeros riscos que ele traz à saúde, além da possibilidade de dependência.

Cada caixa pode custar entre R$ 50,00 a R$ 130,00 variando principalmente pela rede de farmácia em que é comercializada. O preço dos laboratórios que a produzem também pode variar bastante.

Leave a Reply